Tuesday, 5 June 2012

Nick Savoia

Nick Savoia was one of the many acts who recorded for Young Records in 1959 and 1960. His real name was Arthur Monteiro Sabóia and hailed from a well-to-do São Paulo family. As he had a romantic and independent mind he shunned the family business and joined Varig Brazilian Airlines to work as a steward so that he could travel the world.

He was a young man of 19, living in the USA when the rock'n'roll craze was high in 1956. He was fond of music and wanted to be a singer. He knew a lot of rock tunes by heart when he was back in Brazil in 1959 and happened to be directed to DJ Miguel Vaccaro Netto who was starting the new rock label.

As Nick was familiar with the English language he was signed by Vaccaro on the spot. He only followed directions and recorded covers of Neil Sedaka's 'Since you've been gone' and Bobby Darin's 'Mack the knife' and suddenly he was the most popular male act at Young. 

After Young's demise Nick signed with RGE and put out a few more singles. He usually was invited as a guest to sing at musical shows on TV until he retired from the music scene.  


compacto-duplo da Young com o melhor de Nick Savoia - 1960.


George Freedman, Nick Savoia & Danny Dallas dividem LP da RGE em 1962.


Nick Savoia canta 'Nunca aos domingos' em grego representando a Grécia no programa 'Musicas de todo o mundo' da TV Tupi. Theotônio Pavão acompanha o cantor poliglóta.


Nick Savoia em reportagem da revista Melodias - Fev. 1963.


Nick em pose bem rock'n'roll... revista Melodias de Fevereiro 1963. 

Nick Savoia, verdadeiro ídolo da nossa juventude!

Conhecemos Nick Savoia nas lides das Emissoras Unidas e podemos afirmar que o rapaz é um excelente profissional. Nick é um rapaz, de certa maneira, tímido, modesto, não tem medo de intrigas e calúnias maldosas, apesar de ter sido alvo de olhos gordos do meio onde milita.

Em 1958 Nick residia nos Estados Unidos e fez um grande circulo de amizade, mas depois de 12 anos a saudade era muita e o rapaz retornou à sua terra natal, São Paulo de Piratininga.

Seu verdadeiro nome é Arthur Monteiro Sabóia. Seu primeiro disco foi 'Hiccups' / 'Since you've been gone' para a etiqueta Young, logo seguido por 'Mack the Knife' / 'Cry'

Contratado pela RGE, lançou 'Baby face' / 'Calcutta' e agora nos apresenta um compacto-duplo com 'Old Man River', 'The wanderer', 'Amor a dois' e 'Raindrops'

Nick disse-nos que está contente com sua carreira e avisa que 'apesar da maledicência e inveja de um certo grupinho organizado por pessoas que ajudou no passado, a ordem é: progresso!'

Fez questão de frizar que está muito contente em poder trabalhar ao lado de amigos como Antonio Aguillar, DJ da Radio Nacional de São Paulo e Sergio Galvão, DJ da Radio Bandeirantes

Ao lado, uma pôse especial do cantor, para o álbum da fã. 

Revista Melodias, Fevereiro de 1963. 



Festa na casa do Nick Savoia em 1984; da direita p'ra esquerda: Albert Pavão, Nick Savoia, Marcos Roberto e Regiane olhando de lado.


na mesma festa em casa de Nick Savoia no bairro do Sumaré em São Paulo: esq. à direita: Antonio Claudio [Danny Dallas], George Freedman, Miguel Vaccaro Netto, Regiane e Marcos Roberto.

Nota de falecimento de Nick Savoia

Nick Savoia faleceu no dia 9 de maio de 2012. Ele estava hospitalizado ha 30 dias e acabou não resistindo à uma complicação ocasionada por uma deficiência renal. Fico saudoso e guardo comigo os bons momentos e histórias que ele me contava. Ricardo Santos.


Vander Loureiro, Nick Savóia e o pesquisador Ricardo Santos fotografados na feira do Tangerino em 2006. 


Nick Savoia, sua mulher e seu filho Jean Patrick em 2007.


NICK SAVOIA

Arthur Monteiro Saboia, *28 FEV 1937, São Paulo-SP  + 9 MAI 2012 São Paulo-SP.

Cantor e compositor, da primeira geração de roqueiros brasileiros, ou seja, artistas dedicados exclusivamente ao pop-rock. Uma de suas distinções era cantar e falar inglês fluentemente por ter sido comissário-de-bordo de empresas como a Eastern Airlines, chegando a residir fora do Brasil durante quase toda a década de 1950.

Voltando ao Brasil, foi descoberto em 1960 pelo radialista e produtor Miguel Vaccaro Netto e tornou-se um dos primeiros contratados da Young, gravadora especializada apenas em rock, que este acabara de fundar.

Regravando canções de originais quase sempre inéditos no Brasil – como o calipso "Hiccups", com Bobby Harris & Jimmy Harrison, "Bad Boy" do grupo doo-wop The Jive Bombers e "Mack The Knife", tema do musical 'Ópera dos Três Vinténs' de Bertolt Brecht e Kurt Weill, baseado na versão pop do cantor italo-americano Bobby Darin.

Nick se destacou entre os rockeiros, apresentando-se em programas da TV Record como Astros do Disco. Na Rádio Record teve programa especial apresentando 'Entrevista Orniex com Nick Savoia', que foi onde conheceu Tommy Standen, que se casou com a Kit, sua irmã adotiva. Standen faria sucesso nos anos 70 com o pseudônimo de Terry Winter, 'estourando' com 'Summer holiday'.  

Depois que Vaccaro vendeu a Young para a Fermata, Nick foi contratado pela RGE, onde gravou um LP e um compacto duplo; no ano seguinte, inexplicavelmente deixou a RGE por uma gravadora menor e de menos recursos, a Studio 7, gravando para ela apenas um compacto duplo.

Em 1964, Nick resolveu ir residir nos EUA, mesmo com a perspectiva de contratos com a gravadora Fermata e a TV Excelsior, trabalhando comocomissário-de-bordo, desta vez a serviço da Varig e da Pan-American Airlines. Nick percorreu o mundo, só retornando ao Brasil em 1969, gravando então um disco para a Fermata, seu único em português.

 
Nick continuou se apresentando em shows ocasionais e gravando CDs independentes. "Pingos d'Água", versão em português que Nick fêz para "Raindrops", sucesso de Dee Clark, foi gravada por Tony Campello em 1962 para a Odeon. 


Discografia de Nick Savoia

1959

Hiccups / Since you’ve been gone
Bad boy / I go ape

1960

Cry / Mack the knife/
Mack the knife / That’s all / Bad boy / Cry

1961

Asalto en ritmon - LP com vários artistas da Young, lançado na Argentina.
Calcutta / Baby face

1962

Ol’ Man River / Amor a dois / The wanderer / Pingo d’agua

1964

A kiss is a kiss / Moi et ma vie / Horas de espera / Tom Dooley

1969 

Todo amor que há comigo / Nem quero lembrar



2002

Remember

2003

Back to the sixties


NICK SAVOIA BLOGUEIRO




Surfando o Google atrás de informação sobre Nick Savoia acabei encontrando um blog que o proprio Nick começou a fazer em 21 Novembro 2009, com o intuito de contar sua vida de cantor. Nick chegou a subir 3 postagens, mas ficou por aí mesmo.

Aqui vão as três postagens que Nick fêz. São bem interessantes, pois ele comenta sobre sua vida nos Estados Unidos, onde viveu de 1953 a 1959, e sua decisão de ficar no Brasil quando começou a cantar profissionalmente.

 
Oi. Por uns momentos, vocês vão ler sobre uma pessoa que vocês provavelmente não conhecem. Mas quem sabe, com toda a informação que quero passar através do meu blog, vocês irão se familiarizar comigo. Aqueles de minha geração, e que gostavam de musica jóvem, certamente gostarão de me ver aqui e seguir o meu blog. Tenho muitos planos mas como sempre fui uma espécie de "porra-louca", deixarei que eles venham a tona aos pouquinhos e não tudo de uma vez. Pois bem. Tudo começou em 1959. Exatamente no começo dos famosos anos dourados.Tinha voltado dos Estados Unidos onde já estava desde 1953 e fui visitar um senhor muito famoso na época, que havia me ouvido cantar em uma festa. Este senhor chamava-se Roberto Corte-Real e era diretor-artistico da Columbia Records. Quando ele me ouviu cantar nos Estados Unidos, ele havia me convidado para gravar um disco caso eu voltasse ao Brasil. Depois de algum tempo, eu resolvi visitar minha mãe e vim à São Paulo. Achei que deveria, então, fazer uma visitinha à ele no estúdio da gravadora. Postado por Nick Savoia no sábado, 21 de novembro de 2009.

O início de uma carreira, quase por acaso

Ao chegar na gravadora, senti uma espécie de frio na espinha e quase desisti. Mas, como estava ali, resolvi tentar. Falei com sua secretária e pedi para ve-lo. Ela foi gentil e pediu-me para sentar e aguardar uns instantes. Percebi que havia um outro rapaz sentado na ante sala, que parecia estar esperando também. Após alguns minutos, a secretária voltou e me informou que o Roberto Corte-Real, não poderia atender-me e que eu deixasse o meu numero de telefone. Expliquei a ela que insistisse pois eu era o rapaz que ele havia convidado nos Estados Unidos para procura-lo, caso eu viesse ao Brasil, pois ele tinha gostado muito de minha voz. Logo em seguida, a secretária voltou e disse que ele não se lembrava. Pensei em uns dois ou três palavrões para dizer mas fiquei na minha. Quando estava para sair, o rapaz que estava sentado ao meu lado, me pegou pelo braço e me perguntou se eu era cantor. Expliquei a ele que tinha sido uma casualidade o Roberto me escutar em New York, pois estávamos na mesma festa do Teddy Randazzo e, por coincidencia, eu tinha cantado. Ele abriu os olhos de uma forma que parecia ter achado uma "new star" e imediatamente disse que me iria levar ao programa do Miguel Vaccaro Netto para me apresentar a ele. Disse também que o Miguel havia lançado uma nova gravadora, a Young Records, e que estava recrutando novos talentos que cantassem em inglês.  Postado por Nick Savoia na quarta-feira, 25 de novembro de 2009. 


Young Records, here I come!

Chegando à Radio Panamericana, fui levado ao estudio onde o programa jovem do Miguel estava sendo transmitido e tive que esperar até o fim para poder ser apresentado à ele. Fiquei muito bem impressionado com tudo pois havia muitas garotas assistindo ao programa e imediatamente começaram a perguntar ao Afonso Soares, seu assistente, quem era eu, se eu era um novo cantor etc e tal. O programa era ótimo e me diverti bastante. Assim que terminou, fui apresentado ao Miguel e trocamos um bom papo sobre o meu "background".

Disse ele então que eu teria de fazer um teste. Quase urinei na calça. Fiquei apavorado e expliquei a ele que eu jamais tinha sido bom em testes. Ele deu uma risadinha e sugeriu, então, que eu gravasse um acetato com pelo menos 4 musicas e trouxesse à ele. Legal... pensei! Mas com quem? Quem iria me acompanhar? Foi quando, como por milagre, o Afonso sugeriu um conjunto chamado The Scarlets, que o havia procurado dias antes.

Fomos então à casa de um dos integrantes do conjunto e após eles concordarem, começamos a ensaiar. O gozado é que este acetato ficou muito melhor que o nosso primeiro disco "Hiccups" acoplado por "Since you´ve been gone". No acetado minha voz estava muito boa e o conjunto esteve muito bem. No disco, fiquei com voz de um pato molhado e o conjunto com um som desses de parquinho-de-diversões de bairro. Mas, mesmo assim, o disco vendeu muito bem e tornei-me o campeão de vendas da Young.

Postado por Nick Savoia na sexta-feira, 27 de novembro de 2009.


3 comments:

  1. Muita Saudade desse grande Artista , um grande amigo tinha grande admirasâo pela pessoa linda que foi o Nick , Deus o Ilimine la onde ele esta. adorei a página , obigada

    ReplyDelete
  2. George Freedman, ao tomar conhecimento ontem, 19 de novembro de 2012, sobre o falecimento do amigo Nick Savóia, escreveu:

    "Lucinha, estava lendo o blog do NIck Savoia e , me assustei com a morte prematura dele. Como as coisas acontecem sem que tomemos conhecimento. Arre! Esse planeta nos reserva cada uma...!!! Fui muito amigo dele e fiquei muito triste ao tomar conhecimento da "passagem" dele..., muito triste!!! Ele era um intérprete excepcional, tinha uma voz firme e forte, agradável de ouvir. Ele foi um cantor da pré-jovem-guarda. Um sujeito decente e de bom caráter. Nunca mais, havia ouvido falar dele. Não nos víamos desde os tempos da RGE..., que saudade!!! Uma pena, ele ter ido esse ano..., deve ter deixado muitos amigos!!!..., entre eles ..., eu!!!"

    ReplyDelete
  3. obrigado à Lucinha Beatle por ter compartilhado conosco a reação de George Freedman ao saber da morte de Nick Savoia. Provavelmente ele ficou sabendo por esse blog, já que o blog do Nick foi um 'flash in the pan'... durou pouquissimo... ele logo se 'cansou'. Sim, o Nick gostava muito do Freedman, tanto que contou uma 'causo' interessante que se passou com eles dois e a cantora Dircinha Costa... hilário. Pergunte ao George para saber se ele ainda se lembra. Aconteceu num ônibus, qdo. uma 'caravana' de cantores ia de A a B... o Nick e o George falavam em inglês e a Dircinha não gostou muito e fez baixaria... Obrigado.

    ReplyDelete